A Fidelity Investments é uma empresa que se destaca por oferecer serviços de gestão de ativos diretamente aos consultores financeiros que administram os investimentos de seus clientes.

Na segunda-feira, a empresa de serviços financeiros divulgou que iria ampliar a disponibilidade da indexação direta para além dos consumidores comuns, incluindo os consultores de investimento registrados.

“Os consultores financeiros estão buscando cada vez mais auxiliar na melhoria dos resultados dos clientes e fornecer soluções de investimento personalizadas. As SMAs personalizadas são vistas como uma maneira de atender a essas demandas com soluções escaláveis e altamente adaptáveis”, afirmou Gary Gallagher, líder da Fidelity Institutional Wealth Management & Advisory Solutions, em um comunicado.

Segundo Gallagher, o que faz nossa oferta se destacar é a habilidade de utilizar a experiência, tecnologia e recursos das nossas equipes de investimento ativas e quantitativas para criar diversas estratégias. Além disso, estamos concentrados em aprimorar a experiência digital e integrar a corretora para facilitar o processo de gerenciamento de indexação direta enfrentado por muitos consultores atualmente.

De acordo com o anúncio, a Fidelidade lançará uma nova opção de Conta Gerenciada Separadamente Personalizada, destinada a empresas e instituições de gestão de patrimônio selecionadas.

A plataforma possibilitará que os consultores financeiros desenvolvam e administrem carteiras de investimento personalizadas de acordo com as necessidades e preferências dos investidores. Atualmente, o programa oferece 10 estratégias de gestão de patrimônio tributário em diversas áreas, como patrimônio nacional, internacional, global e sustentável.

Segundo o anúncio, à medida que a oferta é expandida, ela focará em várias exposições de mercado diferentes e poderá ser personalizada através da gestão fiscal, excluindo certos títulos, setores ou indústrias, e incorporando uma sobreposição sustentável para escolher ativos que reflitam valores individuais.

Vai gostar:   O índice de bancos do Dow Jones aumentou hoje.

O anúncio de lealdade é feito ao mesmo tempo em que surgem incertezas sobre o resultado final e o valor do que críticos consideram uma nova versão de contas gerenciadas de forma independente.

“É mais um caso típico de estratégia de marketing enganosa que obscurece o verdadeiro impacto dos clientes”, afirmou Sara Grillo, consultora do setor que é uma crítica contundente da indexação direta.

“É evidente que a Fidelity está disponibilizando isso inicialmente para seus clientes de custódia e limpeza, a fim de que possam aproveitar a oportunidade de dividir contas em muitas posições, podendo chegar a milhares”, explicou.

Grillo enfrentou dificuldades com a declaração de fidelidade por não esclarecer adequadamente como se relaciona com a indexação direta, uma abordagem passiva e uma abordagem ativa de gestão.

Um documento recente da Charles Schwab Corp. mencionou a indexação direta como uma nova área em crescimento, destacando o interesse de 46% dos investidores de ETF em se informar mais sobre o assunto.

Nate Geraci, presidente da empresa The ETF Store, apontou que a crescente popularidade da indexação direta está sendo impulsionada principalmente pelas empresas que a oferecem.

Geraci mencionou que a indexação direta está ganhando cada vez mais interesse, mesmo que os ativos ainda não tenham alcançado totalmente as expectativas. Ele explicou que a indexação direta enfrenta desafios em meio a três tendências predominantes nos últimos anos: a transição da gestão ativa para passiva, a preferência por investimentos de baixo custo e a valorização da simplicidade em relação à complexidade.

Eric Balchunas, especialista em fundos da Bloomberg Intelligence, se autodenomina como a pessoa mais proeminente em sua equipe quando se trata de investimento em índices.

“Compreendo o motivo pelo qual a indústria deseja que ela tenha sucesso, pois isso significa mais lucro para o setor”, comentou.

Vai gostar:   Até o momento em 2022, o que tem tido um impacto nos mercados?

A fidelidade, que atualmente administra aproximadamente US$ 3 bilhões em ativos de indexação direta, permanece desafiadora.

“Neil Constable, chefe da divisão de pesquisa e investimentos quantitativos da Fidelity, afirmou que as demandas e gostos dos investidores estão mudando, ao mesmo tempo em que a quantidade de dados disponíveis está aumentando e a tecnologia para utilizá-los e oferecer produtos que satisfaçam as necessidades dos clientes está se desenvolvendo rapidamente.”

“A lealdade considera que o investimento quantitativo e sistemático, que utiliza tecnologia, ciência de dados e pesquisa empírica, é fundamental no campo do gerenciamento de ativos para aprimorar os retornos dos investidores, alcançar personalização em larga escala e desenvolver soluções acessíveis para os investidores”, afirmou.