A notícia de que o IMI iria subir para o FTSE 100 veio como uma surpresa total para mim, pois tinha me esquecido completamente disso. O Metal Imperial Industries foi um “martelador de metal” na década de 1990, sendo excluído da ICI na década de 1930.

Isto parece ser uma empresa de engenharia especializada chamada IMI que “busca soluções para problemas industriais que afetam a vida diária” em áreas como automação industrial, controle de fluidos e eficiência energética. Desde meados de 2020, suas ações aumentaram mais de 40%, mas, com um múltiplo de menos de 15 vezes os ganhos deste ano, ela ainda oferece um bom valor.

Aplicar recursos para recuperação se mostrou como uma tática de sucesso nos anos 1980 e 1990. Não se deve misturar com investimento de valor, o que significa a aquisição de ações baratas porque as companhias, apesar de bem geridas e capazes de gerar lucro, têm, se é que existem, poucas perspectivas de desenvolvimento.

Em teoria, isso os torna de baixo risco. Para investir na recuperação, envolve comprar em empresas que não tiveram sucesso – o que resultou em queda de lucro, queda no valor das ações, novo gerenciamento, redução de custos e menor dividendo.

Ao investir nessas companhias, é preciso ter em mente que existem grandes riscos. Suas situações financeiras podem piorar ainda mais antes de melhorar. A recuperação é difícil e leva muito tempo, e nem sempre resulta. A IMI pertence à segunda categoria de empresas, aquelas que, com investimentos, desinvestimentos e aquisições, transformam seu negócio em um melhor com um futuro promissor.

Isso, obviamente, também é arriscado, porém pode trazer recompensas aos investidores. Uma história de recuperação mais comum pode ser encontrada na terceirização especialista Capita. Está sendo promovida ao Índice FTSE 250 mid-cap, pois já havia sido um componente do FTSE 100.

A ação da Capita subiu quase 50% desde que mudou de gestão, passando de 20p no final de 2019 para cerca de £8 no início de 2015. A nova equipe de dirigentes trouxe sucesso à empresa, permitindo que ela gere lucro.

Vai gostar:   A utilização de Bitcoin em Dubai e nos Emirados Árabes Unidos está se tornando cada vez mais comum

Desde a casa de cães até o amado lar

Serco, um terceirizado do grupo, está entre os cães desde 2013, com as ações caindo 80%. No entanto, há razões para o otimismo, uma vez que as vendas, lucros e fluxo de caixa estão aumentando, além da compra de ações pelas empresas. O estoque tem aumentado 50% desde seus mínimos, negociando a cada dez vezes os ganhos esperados para 2022.

A BAE Systems foi o destaque da FTSE 100 em 2022, aumentando em 56%. Esse aumento foi ligado à vantagem para BAE com a invasão russa da Ucrânia.

Embora isso fosse um grande impulso para os negócios, a empresa já vinha prosperando, com seus valores de ações aumentando em quase 20 anos. Contudo, no início da década de 1990, a empresa passou por uma turbulência, pois adquiriu e desmanchou o grupo Rover e também tentou monopolizar o mercado de defesa do Reino Unido, que estava em decadência.

O ano passado, o segundo melhor intérprete, com 53% de participação, foi uma figura conhecida dos tempos passados. Na década de 1990, Pearson foi transformado, graças a alguns investimentos significativos, de um conglomerado que abrange mídia e finanças para se tornar uma autoridade em serviços educacionais.

O preço das ações caiu durante a bolha dotcom no período de 2001 a 2003 e não houve uma retomada consistente desde então, apesar do desempenho de 2022.

Agora, a Inteligência Artificial (IA) está ameaçando o seu negócio, e Max King sugere que encontrar ações prontas para a recuperação pode ser uma possibilidade. Todavia, a recuperação ainda parece longe.

A Vodafone, Glaxo, British Telecom, BP e muitos outros do setor financeiro se expandiram com aquisições muito caras no último período dos anos 90, mas fracassaram logo no começo da década de 2000 e têm enfrentado dificuldades desde então.

O fraco desempenho das empresas de grande porte posteriormente diminuiu a apresentação dos ativos britânicos no mercado global e desacreditou a estratégia de recuperação de investimento. Indícios de uma mudança estão surgindo à medida que os investidores estão perdendo a paciência, os compradores estão se aproximando e a direção percebe que a complacência não é uma alternativa.

A indicação de Archie Norman (ex-Asda e ITV) para o cargo de presidente do Marks & Spencer em 2017 trouxe esperanças de que as fortunas em baixa pudessem ser revertidas, mas a mudança não foi rápida.

Vai gostar:   Um plano de ação para aqueles que buscam construir um portfólio de carreiras ao longo da vida precocemente.

Não somente uma recuperação, uma recuperação M&S.

Há quatro anos, a M&S realizou uma parceria com a Ocado para atualizar suas compras on-line e entregas em domicílio. Em troca de £ 750m, a M&S adquiriu 50% da empresa de varejo da Ocado, fornecendo tanto seus alimentos como suas linhas não alimentícias.

M&S financiou a aquisição com um empréstimo de £ 600 milhões, mas muitos eram da opinião de que eles haviam pago demais, assim as suas ações caíram abaixo de £ 1 no outono passado. Ocado foi o pior desempenho no índice FTSE 100 no último ano, despencando 63%, mas as ações da Marks & Spencer quase duplicaram nos últimos oito meses, graças a resultados fortes.

Até 31 de março de 2023, as vendas aumentaram 10%, com a seção de roupas e produtos para casa ultrapassando os de alimentos. Os lucros subiram mais do que 20%. A M&S conseguiu melhorar seus modelos de moda, solucionou seus problemas de logística, fechou as filiais que não eram rentáveis e abriu novas lojas de alimentos, ganhando com o acordo com a Ocado.

Após muitos fracassos, a recuperação é certa. Em 2020, a GlaxoSmithKline (GSK) descartou seu ramo de saúde de consumidor, Halon, para se concentrar em medicamentos. Após um começo incerto, Halon apresentou resultados bons, mas é muito cedo para afirmar se a estratégia foi bem sucedida para a GSK.

Ele decidiu diminuir sua remuneração em 31%, embora espere um aumento nas vendas e lucros. Pode ser que tenha sido estimulado pelos resultados da AstraZeneca (AZN), cujas ações se valorizaram mais de duas vezes nos últimos cinco anos, enquanto a GSK diminuiu.

Com vendas em alta e um portfólio promissor, o valor de mercado da AZN aumentou em três vezes o da GSK, sendo menor somente há uma década. Por outro lado, a BT vem se mostrando um desafio de longo prazo, contudo, o plano de diminuir a sua força de trabalho em 40% até o término da década indica que ações foram tomadas.

Se diz que a Rolls-Royce está preparando demissões, enquanto procura se reerguer. Por muito tempo, foi considerada uma joia nacional, ao invés de um empreendimento que necessita fornecer lucros aos seus acionistas.

Vai gostar:   Tudo o que você necessita entender sobre transferências de pensão.

A British Airways parte rumo a Londres.

O titular do BAIAG sofreu ainda os efeitos da pandemia, mas anunciou um resultado positivo para o primeiro trimestre. Os preços de combustível em baixa, a procura de viagens de lazer e a demanda por viagens de luxo compensaram a procura menor do segmento empresarial.

O grande problema que enfrentam os investidores é a decisão de se investir cedo quando existem poucos indícios de uma recuperação duradoura, e correr o risco de ter de esperar anos até receber o retorno – ou esperar por um avanço evidente, quando o preço das ações possa já ter aumentado significativamente.

Uma boa escolha seria alguém experiente em confiança contrária. No entanto, desde que Alastair Mundy deixou Temple Bar para ser professor de matemática há três anos, não houve um candidato óbvio.

Temple Bar e Edinburgh Investment Trust têm tido sucesso ao longo dos últimos três anos, mas têm superado a média por mais de um. Suas principais dez posições não contêm alguns dos nomes que poderiam surpreender num portfólio Mundy, o que indica que eles estão a adotar uma abordagem cautelosa.

BP e Shell tiveram excelentes resultados no ano passado, porém, estão sendo pressionadas por políticos, imprensa e pela opinião pública. O modelo de negócios dos bancos do Reino Unido, com regras de aplicação pouco rígidas, extensa rede de filiais e bancos de investimento, está desmoronando, não menos em consequência da ameaça da banca online.

British Aerospace e AstraZeneca são ótimos exemplos de recuperação. Tesco trabalha em um nicho altamente competitivo e Pearson ainda está se esforçando. Centrica é uma empresa madura. Estas empresas oferecem uma combinação de renda, valor e potencial de crescimento a um preço acessível, mas não tanto recuperação.

É triste que, para o Reino Unido sair da armadilha de longo prazo, seja preciso que os acionistas tomem medidas, influenciadas pelas recompensas financeiras e de reputação que o sucesso trará. Assim, os investidores interessados em recuperação e com disposição para um risco terão de se envolver diretamente. Não há nenhuma necessidade de ações de políticos ou reguladores.