Michael Saylor, um bilionário, declarou que, quando o processo regulamentar nos Estados Unidos se tornar evidente, o preço do Bitcoin aumentará drasticamente em até 10 vezes.

Imagem: Chakkree_Chantakad/StockVault

Michael Saylor, o ex-diretor-executivo e cofundador da MicroStrategy, acredita que, com uma regulamentação clara nos Estados Unidos sobre ativos digitais, isso pode levar a um aumento no preço do Bitcoin.

Em uma entrevista com Bloomberg, Saylor previu que o BTC subiria 10 vezes em valor quando o público descobrisse o seu verdadeiro potencial. Ele disse: “A próxima etapa natural é que o Bitcoin cresça 10 vezes aqui e depois outras 10 vezes”.

Saylor afirmou que o recente endurecimento da SEC sobre criptografia cria as condições necessárias para a próxima alta do Bitcoin.

Ele destacou que a SEC classificou alguns dos criptoativos mais populares, como Solana (SOL), Cardano (ADA) e Polygon (MATIC), entre outros, como valores mobiliários.

Surpreendentemente, Bitcoin não foi incluído nesta classificação, o que sugere que talvez não seja considerado um ativo de investimento.

O touro Bitcoin declarou que a clareza regulatória irá acelerar a apropriação de Bitcoin, dissipando a confusão e a insegurança que tem mantido os investidores institucionais.

Ele comentou que muita desta desordem vem de outras “formas de codificação” para as quais os reguladores “não veem uma maneira legal de avançar” nos EUA.

Eles têm uma perspectiva de negociação criptográfica muito restrita. Acreditam que as transações de criptomoedas devem ser realizadas e armazenadas em ativos digitais autênticos, como o Bitcoin.

Em uma entrevista durante o ano passado, Saylor sugeriu que todas as moedas que permitem o estaque ou utilizem o mecanismo de prova de estaca (PoS) seriam consideradas segurança digitais.

Os reguladores deixaram claro que, se houver algum tipo de participação com a possibilidade de gerar rendimentos, isso significa que é um contrato de investimento, o que significa que a Ethereum é considerada uma segurança por causa do pré-mine, da gestão da equipe e da ICO.

Vai gostar:   Crypto Inverno: Investir no Custo Médio de Aquisição (DCA) seria uma boa jogada?

É importante observar que a Saylor da MicroStrategy é um dos maiores proprietários de Bitcoin públicos, sendo que muitas pessoas acreditam que isso serve como um índice para Bitcoin.

A organização passou a possuir 140.000 BTC, que foram adquiridos a um custo médio de US$ 29.803 por unidade.

A Seção Sue Binance e Coinbase, Classificando Grandes Criptomoedas como Valores Mobiliários.

Na última semana, a SEC (Securities and Exchange Commission) acionou judicialmente tanto Binance, a maior corretora de criptomoeda do mundo, quanto a Coinbase, a maior troca de criptomoeda baseada nos Estados Unidos.

A Comissão divulgou 13 acusações contra a Binance e suas empresas nos Estados Unidos, desde supostamente trabalhar como uma bolsa não registrada até propor títulos não autorizados.

O regulador também impôs tarifas similares à Coinbase, argumentando que ela operava como um serviço de câmbio, corretagem ou compensação sem as devidas autorizações.

A SEC examinou que diversos símbolos listados pelas bolsas de valores eram ativos não regulamentados, compreendendo numerosas criptomoedas populares.

Estes consistem no nativo token BNB da Binance, SOL da Solana, ADA do Cardano, MATIC do Polygon, FIL do Filecoin, ATOM do Cosmos, SAND da Sandbox, MANA do Decentraland, ALGO do Algorand, AXS do Axie Infinity e COTI do Coti.

Como resposta à decisão da SEC, a Robinhood – uma empresa de corretagem – decidiu abrir mão de Cardano, Polygon e Solana.