Como melhorar como investidor – diminuindo as emoções

Os humanos são conhecidos por serem criaturas emocionais – isso não se pode negar. Estabelecer uma conexão com as nossas emoções é importante para a manutenção de relacionamentos saudáveis, mas, no que diz respeito a gerir o dinheiro, pode acarretar consequências perigosas. Por isso, aqui estão cinco erros relacionados com investimentos que podemos prevenir, mantendo o nosso lado emocional sob controle…

Negociar com muita frequência pode ser uma boa maneira de aproveitar as circunstâncias do mercado, mas se você reage vendendo seus investimentos toda vez que os preços começam a cair, você pode estar em problemas. Além de não permitir que o mercado realize os seus devidos aumentos e quedas naturais, você corre o risco de ter os custos de negociação (as taxas que você paga ao corretor cada vez que você compra e vende investimentos individuais) ocupando qualquer retorno que você obtenha. A análise indica que os homens são cerca de 35% mais propensos a agir desta forma desmedida, aumentando assim a possibilidade de sofrer grandes

Em Agosto de 2017, a Fidelity.com analisou se os homens ou as mulheres são os investidores mais hábeis.

Não possuir uma diversificação adequada quando se trata de montar um portfólio de investimentos é generalmente aconselhável. Diversificar significa selecionar uma grande variedade de investimentos (como ações, títulos, propriedades, commodities e alternativas) e de mercados e regiões (tais como o FTSE 100 do Reino Unido ou o S&P500 dos Estados Unidos). Esta omissão na diversificação é frequentemente resultado de nossos “preconceitos emocionais”, uma tendência para favorecer aquilo com que estamos mais familiarizados. Este instinto leva muitos investidores a preferirem os mercados de seu próprio país, como os investidores do Reino Unido comprando investimentos FTSE 100, em vez de alocarem seu dinheiro em vá

Vai gostar:   Ganhe dinheiro com seu Bitcoin usando taxas mais baratas!

Como animais sociais, temos o instinto de seguir o que outras pessoas estão fazendo sem parar para pensar se é o melhor para nós. Esta assim chamada “mentalidade hereditária” também se aplica ao mundo de investimento. Quando os mercados de ações começam a cair, os meios de comunicação são rápidos para publicar histórias alarmantes como ‘stocks crash’ ao lado de fotos de corretores frenéticos vendendo ações. Nosso instinto é fazer o mesmo, sem considerar as consequências de tomar decisões motivadas por medo e ignorando o conselho que é frequentemente dado de que é preciso silenciar o ruído e se concentrar no longo prazo.

Tomar decisões com base em resultados passados pode ser uma forma eficaz de progredir na vida, mas não existe nenhuma garantia de que o mesmo acontecerá quando se trata de investir. Escolher investimentos somente porque eles obtiveram lucros significativos no passado, sem realizar uma análise adequada sobre o possível desempenho futuro, pode ter um impacto negativo nos seus retornos a longo prazo. Ninguém pode prever com precisão como o mercado vai se comportar no futuro (se pudessem, eles seriam a pessoa mais rica do mundo), portanto, não se pode ler o futuro.

Pensando que eles conhecem a melhor maneira de investir, muitos investidores tentam “superar” o mercado, escolhendo os momentos corretos para investir (conhecido como “timing the market”). Em outras palavras, eles estão tentando adivinhar. Quando eles acreditam que os mercados estão prestes a cair, eles começam a vender ou deixam de comprar e vice-versa. Quando eles supõem que os preços atingiram o seu mínimo, eles investem, acreditando que os mercados vão subir. Porém, a menos que você possua uma bola de cristal completamente funcional, é improvável que acerte a maioria das vezes. Na realidade, as evidências sugerem que, saltando de um lado para outro, voc

Vai gostar:   Economia de emergência - qual é a quantidade necessária?

Métodos de evitar cometer equívocos

Faça suas investigações. Os fatos superam a intuição quando se trata de tomar decisões. Antes de escolher seus investimentos e montar seu portfólio, certifique-se de dedicar tempo à pesquisa. Ao invés de seguir seu instinto e confiar no desempenho passado, dedique-se a ler os relatórios anuais das empresas e a acompanhar as notícias antes de tomar suas decisões de investimento.

Divida seu risco. Diversifique seus investimentos. ‘Como?’, você pergunta. Basta espalhar seu dinheiro ao realizar várias aplicações em diferentes mercados. Desta forma, se alguns investimentos não estiverem rendendo, eles podem ser compensados por outros que estão se saindo bem. Uma maneira simples de diversificar é aplicar em fundos que compram centenas ou milhares de investimentos diferentes em um único lugar.

Mantenha a calma. Quando os mercados caem, pode ser desestimulante, mas controlar suas emoções nesses momentos lhe impede de cometer erros. Os investimentos são caracterizados por subidas e quedas; portanto, como um investidor, você deve aprender a lidar com essas variações de preços e aceitar que seus investimentos podem diminuir, de vez em quando. Às vezes, o melhor a se fazer quando os mercados caem é evitar as notícias e não seguir a tendência de vender.

Pense no futuro. Investir deveria ser mais como observar tinta secar ou ver grama crescer. Se você está procurando emoção, gasta $800 em Las Vegas. De acordo com a citação de Paul Samuelson, investir deve ser tomado com uma mentalidade de longo prazo. Manter seus investimentos por um longo período de tempo pode ajudar a suavizar os altos e baixos do mercado e, potencialmente, dar ao seu dinheiro mais tempo para se desenvolver com a força do juros compostos. Os dados mostram que pensar a longo prazo tende a se pagar. Na verdade, as pessoas que investem no Índice FTSE100 desde 1984 têm uma probabilidade de 88% de obter um retorno positivo.

Vai gostar:   Previsão do preço do Bitcoin: Qual será o próximo alvo de BTC, com US$ 25 bilhões em volume de negociação fluindo?

De acordo com informações divulgadas por Bloomberg, a economia brasileira experimentou um aumento de 0,2% no primeiro trimestre de 2021.

Se você não deseja correr o risco de cometer erros em suas decisões, recorra aos investidores experientes. Eles podem escolher seus investimentos e gerenciar seu portfólio por você, usando toda a sua experiência e conhecimento dos mercados. Assim, você poderá aproveitar a melhor chance de obter um retorno positivo e também se dedicar ao que mais lhe agrada, enquanto alguém mais cuida de todos os detalhes.

Inicie sua jornada de investimento com o pé esquerdo.

As gráficos aqui no blog são inspirados no rendimento obtido anteriormente e não podem ser usados como previsões confiáveis de desempenho futuro.

Por gentileza, esteja ciente de que o valor de seus investimentos pode diminuir, assim como aumentar, e você pode ter um retorno inferior ao que foi inicialmente aplicado.